Benjamin Constant e a Família



    Benjamin Constant Botelho de Magalhães (Niterói, 10 de fevereiro de 1837 – Rio de Janeiro, 22 de janeiro de 1891), militar, engenheiro e professor, lecionou em diversas escolas do Rio de Janeiro, exercendo ampla influência sobre seus alunos. Na crise da Monarquia brasileira, tornou-se figura de destaque nos conflitos entre o Exército e o Imperador, participando ativamente da Proclamação da República e do Governo Provisório que se instalou em seguida. Depois de ocupar a Pasta da Guerra, foi o primeiro titular do Ministério da Instrução Pública, Correios e Telégrafos.


A Família de Benjamin Constant


    Benjamin Constant conheceu Maria Joaquina Bittencourt Costa (1848-1921) no Imperial Instituto dos Meninos Cegos, instituição da qual era professor e que tinha como diretor o médico Claudio Luís da Costa, que se tornaria seu sogro. Benjamin Constant se casou com Maria Joaquina em 1863, tendo ele 26 anos e ela apenas 15 anos de idade.
  
Maria Joaquina e Benjamin Constant Botelho de Magalhães.
Autor: Insley Pacheco - 1874

  O casal teve 8 filhos, sendo que destes dois meninos faleceram ainda nos primeiros anos de vida. Os filhos do casal foram: Aldina (1864-1938), Adozinda (1866-1942), Alcida (1869-1957), Leopoldo (1870-71), Benjamin (1871-1901), Bernardina (1873-1928), Claudio (1875-78) e Araci (1882-1961).



Família Benjamin Constant Botelho de Magalhães
J. Insley - 1882
Em pé, da esquerda para direita, vê-se: Adozinda, Aldina e Maria Joaquina
Sentados: Alcida, Benjamin Constant, Bernardina e Benjamin Filho